Pastorais
DEUS É PAI

9 de agosto de 2019

Em um mundo carente de boas referências, encontramos esta linda declaração na Bíblia:” Deus é Pai”! Observe que esta declaração saiu dos lábios de quem melhor poderia afirmar isso, Jesus Cristo.

O que podemos aprender com este Pai?

Deus é Pai, logo, planejou nossa existência, afinal, um bom pai, pensa antes de ter um filho, e mesmo que não venha segundo um planejamento detalhado, no fundo no fundo, o filho sempre foi esperado. Uma coisa muito importante na Bíblia é perceber que somos filhos “adotados”, ou seja, fomos escolhidos em um momento de amor e cuidado.
Na carta aos Efésios encontramos; “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo, assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele, para adoção de filhos” (Efésios 1.3-5).

Observe que Paulo escreve aos Efésios falando que nosso Deus “nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual”. Que afirmação maravilhosa! Nosso Pai é um exemplo de planejamento familiar. Ele derrama bênçãos sobre seus filhos e filhas! Um Pai tem que desejar o melhor para seus filhos, tem que planejar, pensar, agir, falar para o bem de seus filhos. As boas palavras que saem dos lábios de um pai, são motivadoras para gerar nos filhos um coração confiante, alegre e cheio de paz.

Quando Jesus Cristo nos ensinou a orar, Ele disse que nosso Deus é o Pai “nosso”, ou seja, um pai que tem o coração que ama no plural, aberto para cada um de seus filhos. O nome deste Pai é “santo” palavra que significa separado para Deus, que tem pureza moral. Coisa maravilhosa são filhos que se alegram com o testemunho moral de seus pais, a Bíblia diz que: “mais vale o bom nome do que muitas riquezas; e o ser estimado é melhor do que a prata e o ouro” (Provérbios 22.1).

Este Deus que é Pai, é fonte de amor e sabedoria. Seus projetos e Sua vontade serão sempre referenciais. Por isso, Deus é uma referência para todos nós, pois, Ele ama e porque ama se interessa pela vida dos seus filhos.

Pai busca o sustento diário e sempre ensina a repartir o que temos, por isso, o pão é “nosso” e está na mesa da casa a “cada dia”. Jesus Cristo nos revela que o Pai perdoa e nos ensina a perdoar, pois, sem perdão não existe amor, família, amigos, igreja e sociedade saudável. O Deus que é Pai também sabe de nossas fraquezas, e ama quando os
filhos compartilham suas fraquezas, pedindo ajuda para se tornarem mais fortes.

Finalmente, o Deus que é o Rei, que tem todo poder e glória, recebe de seus filhos o reconhecimento para todo sempre, Amém!

Feliz dia dos pais! Que Deus seja sempre nossa inspiração e nos abençoe!

Rev. Leonardo Sahium

Share