Pastorais
DEUS PROMETE E CUMPRE

12 de dezembro de 2018

Quando se lê a genealogia de Jesus no capítulo 1 do evangelho de Mateus (não deixe de ler) alguém poderia ter alguma dúvida sobre que mensagem poderíamos extrair de uma lista de nomes apresentados de forma sequencial. O texto começa de seguinte forma: “Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão. Abraão gerou Isaque…”. Esta perícope, que vai do verso 1 ao 17, termina dizendo: “De sorte que todas as gerações , desde Abraão até Davi… desde Davi… até Cristo,…” Em geral, os comentaristas bíblicos explicam que esta conexão de gerações é feita pelo evangelista Mateus pois ele escreveu para um público judaico com o propósito de apresentar Jesus de Nazaré como o tão esperado Messias, e o legítimo rei de Israel descendente do grande rei Davi. Por outro lado, gostaria que olhássemos por um outro ângulo já que também fica evidente uma conexão que remonta a Abraão, conforme os versos 1, 2 e 17.

Quando lemos este texto nas entrelinhas com a lente do texto de Genesis 12:3, onde Deus diz a Abraão “em ti serão benditas todas as famílias da terra”, podemos tirar como mensagem do texto de Mateus que a vinda de Jesus é o cumprimento dessa promessa feita a Abraão, com quem Deus fez um pacto. O pacto de ser o Deus de sua descendência (Gn17:7). Um pacto de Graça que alcança todas as famílias descendentes espirituais de Abraão, pois todos aqueles que creem em Cristo (seu descendente) como Messias são filhos de Abraão, conforme o apóstolo Paulo explicou na sua carta aos romanos (Rm 9:6-13), são o Israel espiritual de Deus, a família de Deus.

O tempo do Advento é um momento apropriado para nos alegrarmos com o cumprimento deste Pacto de Graça que Deus fez conosco e com nossas famílias. Cristo, o Messias esperado, vem para nos trazer redenção, salvação, libertação do império das trevas, libertação do pecado, vida abundante e paz. Devemos neste tempo especial (e em todo o tempo na verdade) experimentar e viver uma alegria contagiante, que é fruto da convicção que temos sobre o amor de Deus para conosco. Ele nos amou desde a fundação do mundo, e a prova do Seu amor está no fato de que Ele se fez gente e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade. E vimos a sua glória, glória como a do unigênito do Pai (Jo 1:14).

Celebre o Natal de Emanuel, Deus conosco. Entregue-se a Ele de coração e viva uma vida plena e cheia de esperança.

Deus lhe abençoe.
Rev. Antonio Alvim Dusi Filho

Share