Pastorais
A PANDEMIA É NOSSA DIÁSPORA TECNOLÓGICA

24 de abril de 2020

“Naquele dia, levantou-se grande perseguição contra a igreja em Jerusalém; e todos, exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judeia e Samaria. Alguns homens piedosos sepultaram Estevão e fizeram grande pranto sobre ele. Saulo, porém, assolava a igreja, entrando pelas casas; e, arrastando homens e mulheres, encerrava-os no cárcere. Entrementes, os que foram dispersos iam por toda parte pregando a palavra. Filipe, descendo à cidade de Samaria, anunciava-lhes a Cristo” (Atos 8.1-5).

Esta semana escrevi um texto onde criei o termo “diáspora tecnológica”. Segue aqui um resumo desta minha percepção.

O termo diáspora vem da palavra grega (διασπορά), que também pode ser traduzido por “dispersão”. Esta palavra é usada para explicar a saída de um povo, de seu lugar de habitação, por ter sido forçado por circunstâncias, políticas, econômicas e sociais. O que observamos é que a diáspora em Atos foi um fator usado por Deus para a expansão do evangelho em todo o mundo. A igreja não criou um projeto de evangelização mundial, ele simplesmente aconteceu como resultado da perseguição.

A pandemia do COVID-19 levou a igreja à diáspora tecnológica. Assim como a perseguição contra os cristãos em Atos 8, a pandemia não foi uma opção da igreja, mas foi imposta por circunstâncias que impeliram a igreja de Cristo ao enfrentamento de uma nova realidade. Igrejas fecharam, os grupos não podem se reunir nem mesmo em seus lares. O que antes foi uma imposição do Império Romano, hoje é uma imposição de isolamento pela preservação da saúde pública.

Assim como a perseguição contra os cristãos exigiu deles uma saída de sua zona de conforto, nós também enfrentamos agora o fim da nossa rotina usual, nos deslocando como igreja para fora dos nossos muros físicos e exigindo de cada igreja a diáspora tecnológica. Expor sua igreja nas redes sociais antes da pandemia era uma opção, mas agora se tornou uma obrigação. Fomos expulsos do confortável universo privado e inseridos nos desafios da exposição pública. Neste ambiente descobrimos suas crises e oportunidades.

Assim como a pax romana criou a rota de expansão, no primeiro século, facilitando as viagens por todo Império Romano, assim também a internet é nossa estrada para todas as nações.

Da mesma forma, quando muitos pensam hoje que a pandemia fechou as igrejas, na verdade, ela se tornou uma das maiores oportunidades para a igreja levar o evangelho aos ouvidos do mundo todo, pois, agora, de maneira evidente estes ouvidos se tornaram mais atentos à mensagem da vida eterna em Jesus Cristo.

Portanto, este é o momento, esta é a nossa diáspora tecnológica, estas são as nossas ferramentas. Todas as igrejas estão agora usando a tecnologia para levar a mensagem do evangelho com o maior alcance possível, e isso é uma grande bênção!

Que Deus nos abençoe.
Rev. Leonardo Sahium

Share