Pastorais
A REAL PERSPECTIVA NA RETROSPECTIVA

5 de janeiro de 2015

Queridos irmão mais um ano se foi. Gostemos ou não, queiramos ou não, neste período de festas é inevitável sermos confrontados com um balanço do que realizamos no ano que passou e as expectativas a respeito do novo ano que se inicia. É interessante que normalmente as perguntas que são feitas nesta retrospectiva variam entre alguns poucos temas: Consegui pagar minhas dívidas? Consegui perder peso? Consegui resolver meu problema de saúde? Consegui melhorar a qualidade nos meus relacionamentos? Consegui fazer a viagem que tanto sonhava? Consegui um emprego melhor? Consegui comprar o carro? Consegui adquirir um imóvel próprio? Consegui fazer a sonhada reforma? Consegui ampliar meu patrimônio? Não há nada de errado em avaliar as metas estabelecidas no inicio de um determinado ano.  O ponto é que esta dimensão de interesses não traz a nossa alma a real perspectiva, a que possui significado sublime e é eternamente valiosa.

A perspectiva de Deus, a qual me refiro como sendo a REAL perspectiva, estabelece um outro patamar de questionamentos feitos pelo próprio Espírito Santo aos nossos corações: Consegui ter a Cristo como o centro do meu existir ? Consegui orar por aqueles que me perseguiram? Consegui caminhar a segunda milha com aqueles que me importunaram? Consegui conter minha língua contra aqueles que me injuriaram? Consegui honrar a Deus com as primícias do que ele me concedeu em termos de recursos? Consegui aumentar o meu tempo de oração e leitura da Palavra? Consegui amar incondicionalmente? Consegui sentir fome de Deus?

Percebam irmãos que a real perspectiva na retrospectiva não é constatar que as coisas melhoram para nós e nossas famílias, mas sim se ficamos mais crentes! Não falo aqui do jargão crentão e crentinho. Falo sim do desenvolvimento de nossa salvação com temor e tremor! Falo aqui daquele fogo interior crescente, fruto da atuação do Espírito Santo em nós, transformando-nos em pessoas mais CONSAGRADAS, mais SANTAS, mais DEDICADAS AO OUTRO. É isto que conta no balanço irmãos. O Senhor Jesus já nos exortou dizendo: “buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Mt 6:33)

Em 2015 deseje, almeje, anseie por aumentar a qualidade de seu relacionamento com o Senhor Jesus. Trace alvos mensuráveis: ler um verso da Bíblia e meditar nele uma vez por dia, fazer um culto doméstico familiar no meio da semana, orar por um irmão a cada semana que se inicia. Comece pequeno, mas COMECE!!! Certamente nos sentiremos mais realizados, pois Ele é que efetua em nós tanto o querer como o realizar segundo a sua boa vontade (Fp 2:13)

Que venha 2015!!

Rev Dusi

Share