Pastorais
A ROTA SEGURA

12 de maio de 2017

Queridos irmãos, nunca houve em nossa história tanta dependência da tecnologia como temos experimentado nestes últimos anos. Em especial, a tecnologia de localização, o GPS, passou a fazer parte do nosso dia-a-dia. Nossos smart-phones (celulares) estão continuamente registrando e acompanhando nossos passos com razoável precisão sobre nossa localização. Já perceberam quantos de nós dependemos de aplicativos como Waze ou Google Maps para nos deslocarmos pela cidade ou em viagem? Para ir de um local a outro queremos saber o melhor caminho, ou o caminho mais rápido para nosso destino. Ocorre que não há garantias nestas ferramentas de que estamos seguindo por rotas mais corretas ou mais seguras. Infelizmente muitos já tiveram suas vidas ceifadas ou marcadas por confiarem “cegamente” na tecnologia desses aplicativos e deixaram que ela os conduzisse a seu destino sem usar critérios mais humanos, como a capacidade de observar e discernir o nosso entorno, e a partir disso tomar uma ação.

Quando olhamos a partir de uma perspectiva mais ampla, não há tal tipo de aplicativo que nos ajude a decidir e a tomar caminhos na estrada da vida. Por vezes achamos que estamos à mercê de nossas próprias decisões, sem um mapa, sem alguém para nos dar a direção. No entanto, o Dono da Estrada nos assegura que, quando confiamos no Seu direcionamento, nossos caminhos serão de paz e de bênçãos. Jesus, o Bom Pastor, o Dono do Caminho, nos diz: “Ainda tenho outras ovelhas, não deste aprisco; a mim me convém conduzi-las; elas ouvirão a minha voz; então, haverá um rebanho e um pastor.” (Jo 10:16) É preciso entender primeiramente que Jesus não faz acepção de pessoas. Ele está dizendo que judeus e gentios (era assim que a humanidade era definida na perspectiva judaica) formam um único rebanho. Nós, gentios, somos as ovelhas do outro aprisco. Vejam: Jesus nos diz que convém nos conduzir e que nós ouviremos Sua voz. Irmãos, que privilégio! Jesus vai nos guiar na estrada da vida. Não teremos que confiar em coisas ou pessoas que falham. Jesus não falha, meus irmãos! Ele é perfeito! Sua palavra é perfeita! Sua direção é perfeita! Sua rota é segura! Ele nos conduzirá em segurança!

O que falta então em nossas vidas, meus irmãos? Falta confiar! Falta “mergulharmos de cabeça” no relacionamento com Jesus. Falta seguirmos o que diz o salmista: “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará!” (Sl 37:5)

Deus te abençoe!
Rev. Antonio Alvim Dusi Filho

Share