Pastorais
A VERDADE BÍBLICA SEMPRE PREVALECERÁ

11 de novembro de 2016

O desenvolvimento de um indivíduo apresenta as suas particularidades e complexidades desde o período da gestação. Estudiosos se esforçam para compreender os detalhes físicos, emocionais e psicológicos dos humanos e descortinam muitas descobertas importantes. Por outro lado, persistindo nesta investigação, se deparam com enigmas que não se submeterão à logica, como por exemplo, a origem da alma humana.

O surgimento do homem é um fato, mas a maneira como isso aconteceu continua sendo indagada pelos acadêmicos que tentam encontrar explicações racionais para algo que é suprarracional. Assim como um recém-nascido não tem condições de entender as complexas fórmulas matemáticas, os seres humanos jamais completarão as peças para explicar os mistérios da sua origem por meio da razão.

A narrativa bíblica da criação do universo e do homem é objeto de desprezo por aqueles que anseiam por deduções lógicas para todos os processos. O interessante é que qualquer tentativa de explicação apresentada por eles está aquém do texto bíblico, afinal, ou a pessoa admite que um Ser soberano fez tudo a partir do nada, ou atesta que do nada surgiu tudo espontaneamente. Certamente, é necessário mais fé para acreditar na força espontânea do nada do que na existência de um Deus que cria e sustenta todas as coisas.

A Bíblia é verdade absoluta e inquestionável. As palavras inseridas nela foram sopradas por Deus. Toda a Escritura é inspirada pelo Espírito Santo e duvidar deste livro sagrado é duvidar do próprio Deus. Paulo escreveu a Timóteo: “Toda Escritura é inspirada por Deus e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra” (2 Timóteo 3:16-17). Jesus Cristo disse no sermão do monte: “Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido” (Mateus 5:18).

Enquanto a ciência se desenvolve num campo pragmático, muitas vezes manipulada por pressupostos filosóficos equivocados, movida por interesses ideológicos, políticos e econômicos, a Palavra de Deus atravessa serenamente os séculos, promovendo vida, conforto, segurança, alegria e, especialmente, esperança de salvação para aqueles que confessam Jesus como Senhor de suas vidas. Milhares de bíblias já foram destruídas por opositores da fé cristã, porém, nenhuma ciência ou conhecimento humano foi capaz de invalidar o seu conteúdo.

Rev. Alexandre Rodrigues Sena

Share