Pastorais
Alegria que independe das circunstâncias

9 de janeiro de 2014

Em alguns momentos na vida somos presenteados por uma alegria especial, transbordante e arrebatadora. Situações como o casamento, o nascimento de um filho, a viagem tão sonhada, o ingresso na universidade ou a conclusão do curso, a chegada dos netos, enfim, inúmeros acontecimentos que marcam profundamente nossa história. Estas circunstâncias são vivenciadas por cristãos e incrédulos e recebe na teologia o nome de graça comum, ou seja, presentes de Deus aos seres humanos de maneira geral. No entanto, como cristãos entendemos que momentos assim, manifestam o cuidado, a bondade, a ternura de Deus para com os seres humanos. Procure enumerar quantas destas maravilhas o Senhor já realizou na sua vida e glorifique-O por isso.

Acima de todas estas manifestações cuidadosas de Deus, existe para os seus filhos a graça especial. Restrita àqueles a quem o Espírito Santo desvendou os olhos para que compreendessem o seu grande amor, ao entregar Jesus para morrer numa cruz maldita, com o objetivo de promover a nossa reconciliação com o Pai. Deus envia seu único Filho para sofrer em nosso lugar, morrer a nossa morte, concedendo aos seus a vida eterna. Como Paulo ensina aos romanos: “Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores.” Rm 5.8.

Na graça comum, somos marcados por manifestações da bondade e do cuidado de Deus aos homens. Na graça especial, somos inundados pelo seu profundo amor revelado em Jesus Cristo. Aqueles que ainda não o conhecem, estão impossibilitados de possuír a alegria transbordante, pois são reféns das circunstâncias da vida.

Por outro lado, os que foram alcançados por Jesus, têm seus corações descansados e em paz, independente dos acontecimentos externos. Para estes, a fonte de alegria é interna, pois são residências do mesmo Espírito que encheu o coração do apóstolo Paulo de satisfação quando acorrentado em uma prisão e o levou a escrever aos crentes de Filipos: ”Alegrai-vos sempre no Senhor, outra vez vos digo: alegrai-vos”.

Se você está experimentando dias de vitória, conquistas, prosperidade financeira, dê glória a Deus e usufrua da bondade do Senhor. Por outro lado, se os dias atuais estão difíceis, marcados por enfermidades, lutas e tribulações, lembre-se de que a fonte de paz, força, significado e alegria não vêm da realidade externa, mas do Espírito de Deus, que habita no seu coração e cumpre a missão de Consolador e Sustentador do seu povo. Esta é a graça especial que fará toda diferença para os servos do Senhor em 2014.

Rev. Alexandre Sena

Share