Pastorais
ANTES DA VACINA

27 de novembro de 2020

Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação…

tudo posso naquele que me fortalece. Fp 4.11,13

Essa pandemia pode ser incapaz de produzir grandes transformações nas mentes e nos corações daqueles que possuem seus corações embrutecidos e alienados do amor divino. A esperança de muitos é para que uma vacina segura solucione definitivamente. O desejo é seguir a rota de buscas por aquilo que satisfaz as vaidades e os caprichos existenciais. É como se a COVID 19 estivesse obstruindo o fluxo natural da caminhada e a eliminação dos efeitos que esse mal causa possibilitasse o retorno a uma realidade “normal”.

Por outro lado, o cansaço é unânime, as complicações são diversas e afetam indivíduos, famílias e sociedade. A mente já não consegue trabalhar numa perspectiva de longo prazo. Os projetos estão travados aguardando uma fase desanuviada e estável. Mesmo diante de tantas controvérsias acerca da pandemia, a expectativa pela interrupção é um anseio universal. Talvez, apenas aqueles que estão lucrando ou sendo beneficiados, se satisfazem com o caos generalizado que o planeta enfrenta.

O conjunto de crenças e valores determina o modus operandi, ou seja, a maneira de agir em situações de tensão, exaustão e sofrimento. A partir destes pressupostos, os discípulos de Cristo encontram na pandemia uma oportunidade para averiguar a estrutura da fé desenvolvida até o presente. O quanto os conteúdos internos proporcionam uma compreensão adequada diante de uma alteração tão impactante no curso da vida?

Os pensamentos e comportamentos neste momento específico de desajuste social dependem da fonte que nutre a alma. Por isso, antes da vacina segura e eficaz, o Senhor está permitindo um tempo de instabilidade e incertezas para que seus filhos avaliem com perícia onde suas vidas estão ancoradas. A fé está sendo provada e corre-se o risco de atravessar este tempo com displicência, distração e com os mesmos anseios que povoam as mentes secularizadas.

O governo divino é soberano sobre os problemas e soluções. Esta adversidade global e todas as outras são permitidas para que haja o desenvolvimento da confiança no Senhor. Enquanto não acontece o processo de conclusão da vacina, aproveite esse tempo para alinhar a mente e o coração à vontade divina. Antes da vacina, ajuste a sua espiritualidade, redefina as suas expectativas e aumente a intimidade com o Senhor. Este processo produz a alegria do Senhor, que independente do temporal revolto do lado de fora!

Rev. Alexandre Rodrigues Sena

Share