Pastorais
As igrejas desejadas e a igreja de Cristo

19 de setembro de 2013

Recentemente li um livro muito interessante sobre a Igreja de Jesus Cristo. O autor Michael Goheen ( A Light to the Nations) fala de algumas imagens da igreja que podem refletir o legado da cristandade, do iluminismo e do consumismo. Para Goheen existem vários tipos de igrejas que acabam propondo uma identidade funcional onde um determinado grupo de pessoas encontra seu espaço:

1)       A Igreja como uma praça de alimentação: Oferece uma enorme quantidade de comida de diferentes tipos, assim os membros encontram uma variedade de programas para atender suas necessidades.

2)       Igreja do tipo Centro Comunitário: Esta igreja existe para atender aos membros em seus variados tipos de hobbies.

3)       Igreja Cooprporativa: Ela vive de estratégias repletas de conteúdo administrativo com metas e objetivos eficientes para produzir mais e espalhar o seu produto.

4)       Igreja Teatro: As pessoas assistem ao culto como fonte de entretenimento e voltam para suas casas felizes com o espetáculo.

5)       Igreja Sala de Aula: Focada no ensino como algo único e que acaba dominando todas as dinâmicas da igreja.

6)       Igreja Hospital ou Spa: A igreja que é um hospital para os doentes de alma encontrarem seus remédios e ao mesmo tempo um lugar para relaxar e rejuvenescer.

7)       Igreja como um Seminário Motivacional: Orientada para oferecer auto-ajuda com seminários e palestras motivacionais que prometem melhorar várias áreas da vida humana.

8)         Igreja como Serviço Social: focada em ajudar os necessitados e pobres, esta igreja se concentra na simpatia de sua vizinhança.

9)       Igreja como um Quartel-General ou Grupo de Advocacia Social: esta igreja procura se envolver com a política e defender o direito do cidadão, a justiça e a ecologia.

Goheen conclui dizendo que a Igreja de Jesus Cristo vai representar todas estas imagens descritas acima. A igreja deve se preocupar com o ensino, cuidado com os pobres, envolvimento social, motivação, seminários e adoração. O problema é que estes são apenas aspectos da igreja e não a identidade dela. A natureza da Igreja de Jesus Cristo está sendo perdida em meio a tantas funções que esta igreja exerce.

A natureza da Igreja de Jesus Cristo não se resume aos programas que ela realiza, mas se revela no próprio ser de Deus. A Igreja de Jesus  é o Corpo de Cristo, onde cada membro realiza uma função para a Glória de Deus (Ef 5.23,30).

Que Deus nos encontre como membros saudáveis e produtivos para Ele.

Que Deus nos abençoe.

Rev Leonardo Sahium.

Share