Pastorais
CRISTO ELIMINA A SENSAÇÃO DE AUSÊNCIA

23 de janeiro de 2015

A sensação de falta de tempo é uma das grandes queixas da sociedade. De manhã, a família se espalha para os seus respectivos redemoinhos de responsabilidades e retorna apenas à noite num estado de exaustão absoluta. Esta agenda é estabelecida por um sistema onde quem faz muito é destacado e quem faz pouco é descartado.

Por outro lado, aumenta o número dos expectadores que cansam apenas por observar a correria frenética dos milhares que procuram uma posição neste competitivo mundo globalizado. Eles enveredam pelo caminho da alienação e do tédio. Estão descomprometidos com o futuro e desejam o máximo de prazer e satisfação no presente.

É óbvio que não existem apenas estes extremos. Há uma variedade de comportamentos que são regidos pela personalidade, formação e contexto social de cada um. No entanto, todos estão em busca de sentido e desejam domar o terrível vazio existencial que ruge incessantemente em suas consciências.

Os vícios no trabalho, nas drogas ou em quaisquer outras coisas são os subterfúgios para aplacar esta desoladora e angustiante situação. As almas possuem uma poderosa sensação de ausência e não existem códigos ou mapas que as guiem a uma presença completa.

Esta dolorosa ausência decorre do rompimento do homem com o seu Criador. Sendo assim, o grande e poderoso Deus, ciente da total incapacidade dos seus filhos recorrerem a Ele e movido pelo seu infinito amor e pela sua eterna bondade, envia Jesus Cristo para trazer luz aos que estavam em trevas, direção aos perdidos e vida aos mortos.

Através de sua morte e ressurreição, Jesus reconcilia o homem com Deus. Por isso, a sensação de ausência desaparece e a poderosa presença do seu Santo Espírito faz dissipar todo vazio existencial. Os que creem em Jesus recebem a vida eterna e encontram sentido para prosseguirem na jornada.

O evangelho promove equilíbrio, satisfação e alegria. O desespero cede lugar à esperança, a certeza do cuidado de Deus expulsa toda ansiedade e assim, os verdadeiros cristãos conseguem desfrutar de uma qualidade de vida incomparável a qualquer outra. São orientados pela Palavra a trabalharem como que para o Senhor, mas também não devem esquecer que o descanso é um mandamento de Deus e que a noite foi feita para o sono.

Os seguidores de Cristo não estão em busca de sentido, pelo contrário, já o encontraram e por isso transitam livres e sorridentes por esta vida, certos de que no futuro, terão uma vida incomparavelmente melhor!

Rev. Alexandre Rodrigues Sena

Share