Pastorais
Decisões

2 de julho de 2012

Há uma frase que circula pelas rodas de conversas reais e virtuais que diz: “Você é livre para fazer suas escolhas, mas é prisioneiro das conseqüências.”. Não há como negar a verdade presente nesse pensamento que passando pela peneira bíblica, reflete o que Paulo escreve em Gálatas: “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” Gl 6.7.

Fico pensando como essa verdade precisa mexer conosco, nos sacudir e fazer com que a gente acorde desse mote “deixa a vida me levar”. Pergunte-se: O que você está fazendo com a sua saúde? Como você lida com o seu tempo? Como você resolve gastar e investir seu dinheiro? Qual é o seu investimento na sua educação? E o seu esforço no trabalho? Você tem dado atenção a sua família? Você descansa? Você busca a Deus com todo o seu coração?

Sei que há várias outras perguntas igualmente importantes. O parágrafo anterior não tem o intuito de esgotá-las, mas de fazer você pensar em pensar mais a sua vida! O que você tem feito com ela? Como você tem agido para atingir os objetivos de Deus para você?

Quando Paulo escreveu esse texto afirmando que nossas escolhas têm consequências e as consequências são fruto das nossas escolhas. Com isso ele queria retirar da igreja aquela mentalidade de que “Se Deus está no controle eu não preciso fazer nada”. A palavra de Paulo é forte: “De Deus não se zomba…”! Além de inconsequente é uma afronta ao Senhor agir do jeito que você quiser e esperar que depois ele limpe a sujeira e te livre milagrosamente dos resultados. Ele pode sim mudar tudo, mas quando você age assim está tentando a Deus!

É interessante que Paulo faz a aplicação imediata do versículo 7 à nossa caminhada com Deus! Ele diz: “Porque o que semeia para a sua própria carne da carne colherá corrupção; mas o que semeia para o Espírito do Espírito colherá vida eterna” Gl 6.8. Sim, se você quer viver mais perto de Deus, você precisa semear isso. Sim, se você alimentar a sua carne você vai colher uma vida mais distante dEle.

Sim, Deus é quem faz o querer e realizar. Mas não ande zombando de Deus. Faça a sua parte. Olhe para onde você está e aonde você quer chegar. Aja na força de Deus, confiando em Deus mas fazendo aquilo que você precisa fazer pra chegar lá.

Que Deus te abençoe

Rev. Felipe Telles Ferreira

Share