Pastorais
DESCONTROLE EMOCIONAL

7 de julho de 2014

Os jornais, revistas e inúmeros programas de televisão que estão se dedicando exclusivamente à cobertura da Copa do Mundo, comentam abertamente sobre o descontrole emocional de nossa seleção de futebol. Todos nós imaginamos o quanto é difícil levar nos ombros o peso da responsabilidade de se representar o “país do futebol”. O descontrole emocional acontece quando a carga de estresse é muito grande. A sensação que se tem em momento assim é que o desafio, tarefa ou trabalho é maior que a nossa capacidade de realizar.

Jogadores de futebol trazem pressões que não são percebidas em um primeiro momento. Eles representam o seu time, ou seleção, mas também são garotos propaganda de uma série de empresas que investem milhões em seu desempenho. Outros jogadores desejam suas posições e assim, qualquer partida mal jogada pode representar a substituição por outro e o apagar das luzes nas propagandas e na entrada dos volumosos recursos financeiros.

Estes jogadores em sua grande maioria nasceram em famílias muito carentes de recursos financeiros, e quando começam a ganhar muito dinheiro, logo se tornam os mantenedores de inúmeros familiares e amigos de infância. É comum ver jogadores novos, com 20 anos em média, sustentando seus pais e irmãos.

Por fim, o universo do enriquecimento rápido faz com que o volume de dinheiro gasto por simples vaidade e ilusão assuma proporções estratosféricas, e que desta forma, podem fazer desaparecer grandes fortunas em questão de meses. São inúmeros os exemplos de jogadores que eram milionários e ficaram sem nada, pouco tempo depois de terminada suas carreiras.

Logo, somando todos estes fatores temos; a pressão da torcida, da mídia, dos patrocinadores, dos outros jogadores e da família.

Quando olhamos para nossas vidas encontramos momentos em que o mundo parece desabar sobre nossos ombros.

Pressão de todos os lados, e como um jogador de futebol nos sentimos caminhando para bater um pênalti decisivo na vida. Como manter o controle emocional?

A resposta de Jesus Cristo é universal! Não importa quem nós somos, o que fazemos, o caminho é conversar com Deus em oração e descansar em Sua providência. Disse Jesus: “vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.” (Mt 11.28)

Que Deus nos abençoe!

Rev. Leonardo Sahium

Share