Pastorais
Grão

26 de setembro de 2012

Embora seja a menor dentre todas as sementes, quando cresce torna-se a maior das hortaliças e se transforma numa árvore, de modo que as aves do céu vêm fazer os seus ninhos em seus ramos”. Mateus 13:32

 

Jesus ensinava muito por parábolas. Usando para a criação de Deus e para as cenas do dia-a-dia, ele falava com simplicidade sobre a profundidade do reino de Deus. Qualquer pessoa poderia se identificar com o que estava sendo dito pelo Mestre já que tudo tinha a ver com a realidade deles.

Mas apesar do quadro comum a verdadeira mensagem que Jesus queria passar só era compreendida de fato por aqueles a quem Ele mesmo já havia aberto os olhos. Esses ouviam e entendiam. Os outros ouviam, mas não entendiam o que realmente Jesus queria dizer. Ele nos explica: Por essa razão eu lhes falo por parábolas: ‘Porque vendo, eles não vêem e, ouvindo, não ouvem nem entendem’. Mateus 13:13

A parábola acima é a do Grão de Mostarda. Nela Jesus fala sobre o poder dos pequenos inícios. Se não soubéssemos, dificilmente daríamos crédito a uma minúscula semente, achando que dali sairia algo grande, frutífero e acolhedor. Visuais que somos, nossa aposta é que algo grande, parte também de algo grande, o que cá entre nós, contraria nossa própria existência. Um dia todos fomos bebês, até mesmo Jesus.

Quando  evangelho chega, nem sempre o impacto é tão visível e estrondoso quanto queríamos. Empolgados pelo nosso ímpeto em evangelizar, anunciar a Palavra da transformação, as vezes vemos apenas pequenos resultados….ou nenhum resultado.

Nessa hora, é tempo de crer nessa parábola que Jesus nos ensinou. Pequenos começos podem terminar em grandes coisas. Nossa atitude, pequenina como uma semente, pode gerar frutos e troncos preciosos pra glória do nosso Criador.

Importante também enfatizar que a ênfase de Jesus não está no esforço humano. Quem dá o crescimento é Deus (I Coríntios 3.6-7). É ele quem realiza a “mágica” de fazer com que o desprezível se torne espetacular. Da nossa parte, cabe a fé que enxerga que o invisível está sendo feito por Deus.

Semeie sempre e espere. Não adianta apressar um Deus que tem um tempo certo para todas as coisas. Mas nunca faça o que precisa ser feito sem a exata confiança de que pelo poder Deus, um pequeno grão se transforma na maior das árvores.

Que Deus te abençoe

Rev.Felipe Telles Ferreira

Share