Pastorais
Não vale a pena consertar

5 de setembro de 2013

Essa é uma frase tão comum hoje em dia. É só um eletrodoméstico quebrar e ela já vem logo na cabeça da gente. Some o fato de que um produto novo não anda tão caro assim com os péssimos serviços mais o tempo de deslocamento, a procura por uma vaga que logo vemos que a frase faz todo o sentido pra nossa vida prática.

O problema maior com esse pensamento não tem tanto a ver com os produtos de casa, mas com a mentalidade que ele forma em nós. Uma geração de consumidores começou a achar que é melhor trocar do que consertar, seja uma batedeira ou um relacionamento. Não há mais insistência, perseverança, desejo de reparar o que está errado: se está ruim, troca. Simples assim, diabólico assim.

E caminhando assim colhemos mais divórcios, mais corações feridos, amizades mais superficiais, igrejas mais vazias e uma espiritualidade marcada pelo prazer momentâneo e não pelo compromisso e entrega a Deus. Essa geração troca o que for se não estiver sendo agradável e intenso. Nessa lógica, nem Deus serve se não estiver “funcionando”. Caso o defeito divino de não atender prontamente do jeito que desejam persista, trocam de igreja, religião ou de Deus. Um exemplo dessa mentalidade na Bíblia é a mulher de Jó. Como seu marido continuava a sofrer ela disse: “Então sua mulher lhe disse: “Você ainda mantém a sua integridade? Amaldiçoe a Deus, e morra!” Jó 2.9.

Nós precisamos reaprender a consertar as coisas. Se um relacionamento vai mal, insista, apare as arestas, não descarte. Insista com seus filhos, marido, esposa! Sente para conversar e veja o que precisa de mudança seja com você ou com a outra parte.

Com Deus a história é um bem diferente. Ele nunca está errado. Talvez seja difícil entender isso em determinados momentos da nossa vida, mas o fato é que Ele é o sábio, o soberano, o que governa a história com seu braço forte. Nós é que temos que consertar nosso relacionamento com Ele partindo do pressuposto que Ele é perfeito e a nossa visão não. Precisamos confiar nos seus planos, mesmo que pareçam absurdos para nós. Mas seja o momento que for, não descarte a fé, não jogue fora e troque por outra. Persevere, acredite no Deus que tem caminhos diferentes e estranhos aos nossos olhos, mas que continuam bons, perfeitos e agradáveis.

O que precisa ser consertado? Mesmo com um caminho mais difícil, não jogue fora pérolas preciosas que Deus colocou na sua mão. Conserte com Ele!

Que Deus te abençoe

Rev. Felipe Telles Ferreira

Share