Pastorais
NATAL, TEMPO DE DAR UM TEMPO!

18 de dezembro de 2020

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo
para todo propósito debaixo do céu” Eclesiastes 3.1

Este texto muito conhecido, descreve os diferentes momentos em nossas vidas, revelando tempos intercalados entre lutas e vitórias, alegrias e tristezas, sonhos e decepções.

Mas este texto nos ensina que precisamos aprender duas coisas muito básicas e fundamentais em nossa vida. A primeira é a arte de discernir o tempo. Saber quando é tempo de rir e quando é o tempo para chorar, quando é o tempo de plantar e de colher. Precisamos rogar a Deus sabedoria para aprendermos a discernir o tempo. Um dos sinais de imaturidade em uma pessoa é quando ela não sabe o tempo certo para determinadas coisas. Por exemplo, ela ri em um momento que exigia seriedade, ela fala quando deveria ter ficado calada e assim por diante. Portanto, ter sabedoria para discernir o tempo, a hora e o lugar para determinadas atitudes e palavras é sinal de maturidade.

Precisamos saber discernir o tempo para plantar, investir, estudar, namorar, sair com os amigos, desfrutar do descanso ou trabalhar com mais afinco. A qualidade de nossa vida amanhã será determinada pela maneira como nós discernimos o tempo hoje.

Outra coisa que o texto nos diz é que diante da mudança constante do tempo, precisamos aprender a administrar nosso tempo. Quanto tempo devemos investir em áreas específicas de nossa vida. Agendar um número excessivo de compromissos pode nos atrapalhar, tirar a alegria, gerar improdutividade, estresse, esgotamento e uma enorme frustração. Por outro lado, deixar passar as oportunidades de crescimento, viagens e estudos podem também gerar um enorme vazio existencial. Assim sendo, precisamos rogar a Deus sabedoria para administrar o tempo.

Quando fazer o que precisa ser feito? Quanto tempo podemos ou devemos investir em determinada tarefa? Como aproveitar melhor as nossas 24 horas diárias? Estas são perguntas que se respondidas na medida certa nos darão uma qualidade melhor de vida, pelo simples fato de termos aprendido a administrar nosso tempo.

Chegamos no Natal, é tempo de dar um tempo na correria, nas incertezas, nas telas e olhar para o alto e louvar a Deus. É Natal, tempo de agradecer a Deus pelas vitórias, por aprender com as derrotas, mas principalmente celebrar o nascimento de Jesus Cristo, que nasceu, viveu, morreu e ressuscitou por amor a cada um de seus filhos e filhas.

Natal, tempo de dar um tempo e simplesmente amar a Deus e ao próximo como a nós mesmos! Feliz Natal!

Que Deus abençoe a todos.
Rev. Leonardo Sahium

Share