Pastorais
O DIA DA CALAMIDADE

27 de junho de 2020

“Mas que fareis vós outros no dia do castigo, na calamidade que vem de longe?
A quem recorrereis para obter socorro e onde deixareis a vossa glória?”
Isaías 10.3

A Bíblia é muito atual! A Palavra de Deus é eterna, infalível, inspirada e inerrante! O Profeta Isaías escreveu no ano 700 antes de Cristo. Perceba como é atual o texto acima, veja como os detalhes contemplam nossas dúvidas, dores e valores desta sociedade atual. A pergunta retórica do profeta Isaías, deixa seu leitor desarmado; “Mas que fareis vós outros no dia do castigo, na calamidade que vem de longe?” Meu Deus, que texto atual! A calamidade que vem de longe, o desespero da sociedade, o inimigo inesperado, a força devastadora de uma triste realidade.

Deus ao longo da Bíblia fala sobre juízos temporários e juízo eterno. Os juízos temporários são aqueles que Deus usa para chamar o povo ao arrependimento por suas obras más. Neste mesmo capítulo de Isaías, vemos a seguinte descrição: “Ai dos que decretam leis injustas, dos que escrevem leis de opressão, para negarem justiça aos pobres, para arrebatarem o direito dos aflitos do meu povo, a fim de despojarem as viúvas e roubarem os órfãos!” (Isaías 10.1,2) Deus avisa que o juízo virá sobre aqueles que são opressores sobre o povo. Em Ezequiel 13.14 encontramos a seguinte declaração de juízo de Deus: “Derribarei a parede que caiastes, darei com ela por terra, e o seu fundamento se descobrirá; quando cair, perecereis no meio dela e sabereis que eu sou o SENHOR”. Em Hebreus 10.31; “Horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo”.

Não existe a possibilidade de fugir, não existe lugar seguro quando a calamidade chega! Esta sensação de insegurança cresce ainda mais quando se tenta encontrar a salvação no amparo de uma outra pessoa, ou instituição ou até mesmo em um deus falso. Por isso a pergunta se torna ainda mais desesperadora: “A quem recorrereis para obter socorro e onde deixareis a vossa glória?” (Isaías 10.3) Quem pode ajudar? Quem pode nos salvar?

Isaías mostra que a situação de calamidade precisa de um salvador, e assim, o mesmo Deus que levanta o juízo por causa do pecado, é aquele que virá trazendo a salvação. Portanto, somos salvos pela graça de Deus, do juízo temporário e do juízo eterno. No capítulo 11, Isaías anuncia a salvação; “do tronco de Jessé sairá um rebento, e das suas raízes, um renovo. Repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de Conhecimento e de temor do SENHOR”. (Isaías 11.1,2). Em Lucas 4.21, Jesus se identifica com a profecia de Isaías ao dizer que Ele era o Messias prometido, o ungido para nossa salvação.

Sim, estamos vivendo calamidades, mas temos a quem recorrer, Ele é poderoso para nos livrar e guardar. Jesus Cristo é nosso salvador!

Que Deus nos abençoe e guarde!
Rev. Leonardo Sahium

Share