Pastorais
VAMOS VOTAR?

26 de setembro de 2014

“porque não há autoridade que não proceda de Deus” Rm 13.1

No próximo domingo o Brasil irá às urnas para escolher seus líderes dos poderes executivo e legislativo. É um grande privilégio ter o direito de votar livremente e o cristão deve agradecer a Deus por isso, e desta forma valorizar o seu voto.

A primeira coisa que devemos fazer é orar. Devemos pedir a Deus orientação para escolher candidatos que sejam sábios e corretos no exercício do poder. Um bom governante garante vida estável à população do país.

Em segundo lugar, o cristão deve conhecer o candidato em quem ele vai votar. Qual seu histórico político, caráter, personalidade, projeto e realizações. É um grande erro não conhecer o caráter e os planos de seu candidato, o que ele, ou ela pensa sobre os mais diversos assuntos.

Em terceiro lugar, verifique a ética cristã do que está sendo proposto. Verifique o que a Palavra de Deus diz sobre os temas polêmicos e a posição de cada candidato. O que ele ou ela defende está de acordo com o que Deus ensina? A Bíblia trata sobre todas as áreas da vida humana e não deve ser excluída da discussão política, muito pelo contrário, os princípios bíblicos devem nortear e conduzir o pensamento cristão.

Finalmente entenda que não cabe a igreja indicar candidatos, mas orar para que Deus tenha misericórdia da nação. O cristão deve ser um cidadão político, mas não viver na politicagem. Existe uma enorme diferença entre ter opinião política, que é positivo, e viver fazendo politicagem, que é negativo.

Política vem do grego antigo (politéia), onde a raiz (polis) significa “cidade”. Política é tudo relativo a organização da cidade, do estado e que ajuda o indivíduo a entender a função e ação do governo em favor do indivíduo.

Politicagem é o inverso. É o uso do sistema em favor de alguns poucos em prejuízo da maioria. A politicagem é a manipulação de fatos com o uso da mentira para se alcançar objetivos particulares.

Portanto, o cristão deve ter opinião política mas não deve se envolver com a politicagem.

Em uma eleição onde a presidência do pais será decidida, é comum ver eleitores menosprezando os outros cargos em disputa. Mas devemos tentar para todos os cargos, cada um tem seu valor e o cristão deve se conduzir da mesma forma na escolha de cada cargo. Depois das eleições acompanhe a vida de seu candidato, veja seus projetos e atuação, desta forma você estará contribuindo para um Brasil melhor e honrando o privilégio que Deus te deu de viver em um país democrático.

Que Deus nos abençoe nestas eleições!

Rev. Leonardo Sahium

Share